Não está vendo que estou ocupado? Estou lendo! | Santuário da Fantasia
Seja bem-vindo!
  • Por que Ler Fantasia?

    Nas histórias de fantasia nós aprendemos a entender as diferenças dos outros, aprendemos ter compaixão por aquelas coisas que não podemos compreender, aprendemos a importância de manter o nosso sentido de saber do estranho mundo que existe nas páginas da literatura fantástica. Ensina-nos a tolerância de outras pessoas e lugares e engendram uma abertura para novas experiências...

  • Santuário da Fantasia

    Este novo projeto é para reunir as maiores obras já lançadas e que ainda terão o seu lançamento, contando com uma diversidade de informação para lhe deixar entretido por um longo tempo. Aqui estamos para finalmente abrirmos as nossas portas... Então, sejam bem-vindos ao Santuário!

  • Mundo dos Promos

    Esse espaço é dedicado para aquelas pessoas que fazem Promoções sobre a Literatura. O Blog já ultrapassou a marca de 7.000 visitas em menos de 9 meses, possuindo mais de 500 Promoções. E também, há vários Promos todos os dias. Acesse e participe...

  • Codex de Ouro

    O Codex de Ouro é um prêmio anual promovido pelo Ponto do Autor, e, antes de tudo, o desejo de celebrarmos as conquistas dos autores que representam a força da literatura nacional. Almejamos realizar uma festa anual para os autores nacionais, em uma celebração promovida com base exclusivamente no conhecimento que buscamos na weblit...

  • Gêneros de Literatura

    Neste tema falará os mais variados Gêneros da Literatura e afins. Ainda em progresso de inclusão...

  • Mundo da Literatura

    O Grande projeto foi finalmente definido no ano de 2011 para que reunisse os autores nacionais num só lugar, o Mundo da Literatura. Em consequência disso, conseguimos com grande sucesso esta grande realização em tão pouco tempo. Entre lá e veja por si mesmo o seu funcionamento...

Não está vendo que estou ocupado? Estou lendo!

Você está lá, acompanhando os desafios estonteantes de um personagem, encantando-se com um cenário incrível, vivendo grandes emoções, e então, chega alguém e lhe dá uma porretada na cabeça (mentira! Ela só perguntou se você já varreu o quintal ou qualquer outra coisa COMPLETAMENTE IRRELEVANTE na ocasião, o que, figuramente, é o mesmo que você levar uma pancada na cabeça e acordar para uma ignorante realidade). 



Pois é assim que funciona uma sociedade que não tem o mínimo de consciência acerca do que é "ler". Para muitos, é apenas uma palavra terrível que possuí raízes de assustadoras tradições escolares que empregam a leitura como um castigo, pelo menos para os que veem dessa maneira. Num páis como o Brasil, que possuí um número lamentavelmente baixo de leitores, criou-se alguns pensamentos ignorantes sobre tudo o que cerca a leitura. Uma delas, que estou desabafando neste post, é aquela cena onde somos interrompidos "inocentemente" por alguém. 

Normalmente (assim espero), essas pessoas que nos interrompem não são leitoras, pois, se fossem, certamente teriam consciência do grande pecado que estariam cometendo. Não interessa se meu time ganhou, se alguém deixou algum recado pra mim( a não ser se for urgente), se eu já comprei tal coisa, se farei alguma coisa no dia seguinte, se eu já coloquei o lixo pra fora; são perguntas tão irrelevantes, que eu me vejo vivendo numa sociedade estúpida sem um pingo de noção. Será que não percebem que "ler" é uma ocupação? Essas pessoas sempre tomam alguém que está lendo como alguém que está simplesmente passando o tempo, que não está fazendo nada demais, ou até mesmo, que está tão entediado que pegou um livro pra ler. Os campeões de interrupções, geralmente, são justamente os familiares, que sempre nos importunam com perguntas extremamente banais. E isso é só um pequeno fato consequente da falta de maturidade em relação a ausência de leitura no páis.

Se a interrupção é assim tão frequente na leitura, imagine na escrita? Quando estou escrevendo(totalmente concentrado), e chega alguém reclamando de alguma coisa, sem o mínimo respeito pelo meu trabalho, sem nem sequer saber sobre o que estou escrevendo (pode ser uma postagem de um blog, um capítulo de meu livro, ou um trabalho complicado para a faculdade), como se isso não fosse nada? Como dizia Sofocleto( eh, nome bonito): "Escrever é uma maneira de falar sem ser interrompido". 

Mas não perderei as esperanças. Ainda sonharei com o dia em que leitores serão respeitados nos momentos em que são leitores. Idem para os que são escritores. 

1 comentários:

Mari Sampaio disse...

Pois é... Minha família ADORA fazer isso... Acho que tratam a minha leitura como algo ridículo e sem a mínima importância, o que é muito mal, com certeza. Agora a maior falta de respeito é quando estou escrevendo. Trabalho atualmente em meu primeiro livro, e não posso sequer sentar no computador para escrever que meu pai começa a tocar seus instrumentos absurdamente altos e minha irmã liga a televisão do cômodo em que estou. Uma falta de respeito sem tamanho!
Muito bacana o post!

Beijos.

Mariana Sampaio
Blog Tijolinhos de Papel

Postar um comentário

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...
 
Todos os direitos reservados © Santuário da Fantasia - O Reinado da Fantasia Utópica em conexão com o Mundo da Literatura