Diário da Bienal (Parte III): O Que Rolou Na XV Bienal Livro Rio – 11/09/2011 | Santuário da Fantasia
Seja bem-vindo!
  • Por que Ler Fantasia?

    Nas histórias de fantasia nós aprendemos a entender as diferenças dos outros, aprendemos ter compaixão por aquelas coisas que não podemos compreender, aprendemos a importância de manter o nosso sentido de saber do estranho mundo que existe nas páginas da literatura fantástica. Ensina-nos a tolerância de outras pessoas e lugares e engendram uma abertura para novas experiências...

  • Santuário da Fantasia

    Este novo projeto é para reunir as maiores obras já lançadas e que ainda terão o seu lançamento, contando com uma diversidade de informação para lhe deixar entretido por um longo tempo. Aqui estamos para finalmente abrirmos as nossas portas... Então, sejam bem-vindos ao Santuário!

  • Mundo dos Promos

    Esse espaço é dedicado para aquelas pessoas que fazem Promoções sobre a Literatura. O Blog já ultrapassou a marca de 7.000 visitas em menos de 9 meses, possuindo mais de 500 Promoções. E também, há vários Promos todos os dias. Acesse e participe...

  • Codex de Ouro

    O Codex de Ouro é um prêmio anual promovido pelo Ponto do Autor, e, antes de tudo, o desejo de celebrarmos as conquistas dos autores que representam a força da literatura nacional. Almejamos realizar uma festa anual para os autores nacionais, em uma celebração promovida com base exclusivamente no conhecimento que buscamos na weblit...

  • Gêneros de Literatura

    Neste tema falará os mais variados Gêneros da Literatura e afins. Ainda em progresso de inclusão...

  • Mundo da Literatura

    O Grande projeto foi finalmente definido no ano de 2011 para que reunisse os autores nacionais num só lugar, o Mundo da Literatura. Em consequência disso, conseguimos com grande sucesso esta grande realização em tão pouco tempo. Entre lá e veja por si mesmo o seu funcionamento...

Diário da Bienal (Parte III): O Que Rolou Na XV Bienal Livro Rio – 11/09/2011

Boa Tarde! Hoje eu finalmente encerro o meu Díario da Bienal do Livro...

    Em meu último dia de Bienal (11/09), basicamente fiz um pouco de tudo que todos os fãs de literatura fantástica estiveram fazendo no evento, ou seja, cheguei cedo fui empurrada a furar fila (acontece que a multidão na entrada era tão grande, e eu já tinha ingresso, então apenas segui a minha tia, que foi empurrada pela multidão enquanto a gente tentava pedir informações)...KKKK, Peguei senhas, entrei em filas, fui até um evento para fãs de uma Saga muito conhecida, etc...
    Como esse foi o único dia em que cheguei cedo, resolvi correr atrás da senha para autógrafos de Eduardo Sporh, pois mesmo tendo como pegar emprestado o livro A Batalha do Apocalipse, é sempre melhor ter o meu, autografado então nem se fala...
Logo que entrei, a minha tia percebeu a minha “euforia de Bienal” e me deixou correr para onde eu queria, desde que nos falássemos por telefone (como se eu fosse menor de idade, rsrsrs, mas é legal ter gente se preocupando comigo!). = ^.^=
    Então corri muito, estava indo direto para o Pavilhão Verde, pois este foi o local indicado pela organização da Bienal, no meio do caminho encontrei com um grupo de meninas um pouquinho eufóricas, então pensei assim: Elas devem estar indo para o mesmo lugar que eu, mas me enganei, pois elas estavam indo buscar senhas para a atividade para fãs de Crepúsculo, no estande da editora dos livros da saga. Eu bem sabia desta atividade (estava até uniformizada, com uma das minhas camisas dos filmes), mas achei que não precisava de senha, então quando elas me informaram do caso, eu resolvi me juntar ao grupo, afinal era o meu caminho mesmo, e fui uma das primeiras a ganhar senha...
    Depois disso, continuei rumo a minha meta, mas para a minha surpresa o guia que é distribuído na Bienal, com todas as atividades e mapa dos Pavilhões estava errado...
   Fui parar em uma editora que não tinha nada a ver com a sessão de autógrafos, por isso precisei começar a procurar tudo de novo, com medo de que as senhas acabassem e tudo mais.... Rsrsrs. Eu perguntei a um segurança sobre o local que procurava, o Srº até que era simpático e me ajudou a matar o tempo (coversamos sobre seriados de TV) até as funcionárias do balcão de informações chegarem... Aí eu pedi a minha informção básica: “Onde fica a editora que está distribuindo senhas para atógrafos do autor Eduardo Sphor ?!
Elas me fizeram ir em um outro balcão onde tinha computadores, a funcionária olhou no site da Bienal, e adivinha só:
    ESTAVA COM O MESMO ERRO!!! SE SEGUISSE O ENDEREÇO QUE ESTAVA ALÍ, CHEGARIA NA MESMA LIVRARIA/EDITORA “NADA A VER” DE ANTES!!!! ¬ .¬ x

   Então tive uma idéia, segui para um dos estandes que tinha visitado nos dias anteriores, e lá no estande da Giz Editorial, um bondoso funcionário me fez a incrível gentileza de me indicar o local para onde deveria ir. Depois de agradecer o mesmo, fui direto ao estande da Editora Record e lá finalmente consegui a minha senha, aproveitei para informá-los do erro, pois muitas pessoas iriam seguir para o mesmo local que fui anteriormente, e a editora logo se mobilizou para enviar alguém para o local...
Passado o corre, corre inicial, voltei a encontrar com minha tia (é um velho costume familiar, sempre vamos a Bienal juntas, e em geral no último dia), então aproveitamos para ver alguns livros, enquanto comprava o meu exemplar de A Batalha do Apocalipse e escolhia outro livro também...
   O tempo passou rápido, e logo a tia me liberou de novo (não queria deixá-la sem companhia, mas foi exatamente o que acabou acontecendo)... ¬ . ¬ Então já era por volta de 12:30 h min, quando eu resolvi ir até a fila para autógrafos, acabei chegando lá por volta de 13:00h, já que parei em outros estandes também... Fui uma das primeiras, deviam ter no máximo umas 20 pessoas antes de mim, preferi não tentar ir ao Conexão Jovem, assim pegaria uma fila menor, até por que a sessão de autógrafos ia começar as 14:00hs e o evento da Saga Crepúsculo estava marcado para as 15:00hs, como sempre de olho o relógio e na minha “agenda de Bienal”...
Eduardo Sphor: autografando
 seu novo livro.
    Conheci um grupo interessante na fila, logo começamos a conversar, o tempo passou e eu nem percebi, então o a sessão de autógrafos começou na hora marcada e depois de uns 20 minutos eu já havia saído do auditório. Por razões obvias (o tamanho da fila atrás de mim, por exemplo) não pude conversar muito com o autor Eduardo Sphor, mas isso já era esperado, apesar disso devo dizer que o autor parecia ser bem simpático, e que a única coisa que me deixou chateada é que devido ao tamanho da fila, a editora não permitiu mais de uma fotografia, quer dizer, a minha foto saiu toda embaçada graças a câmera digital e temperamental que estava utilizando (é preciso bater de 2 a 3 fotos para que 1 fique boa) mesmo tendo uma resolução de fazer inveja... 
    

Minha nova amiga Isabela e Rachel Caine
    Depois disso andei um pouco e segui para o evento sobre Os Clãs de Crepúsculo. O horário que estava escrito na senha era 15:00h, mas tivermos que esperar até mais ou menos 16:00h para entrar no auditório. Por sorte fiz amizade com algumas garotas que estavam na fila (Ah! Todos que me conhecem sabe que falo de mais, se for sobre algo que gosto então... Por esse motivo, faço amizade fácil). Então no meio de minhas conversas literárias acabei indicando a sessão de autógrafos da super simpática autora Rachel Caine, por isso, ela deixou o seu primo na fila, e eu guiei para o estande da Editora Underword, ao chegar lá acabei não resistindo e adquiri o livro Vento Sinistro, também da autora Rachel Caine. Como sempre, Rachel estava de muito bom humor e atendia a todos com o máximo de atenção... Ao fotografar a minha nova amiga, acabei desligando a câmera, então soltei um: “Ops! Sorry!” e Rachel logo estava pronta para a nova fotografia (depois de todos nós rirmos muito com a situação!!! KKK)...

    Feito isso, voltamos a fila do auditório, foi difícil ficar esperando, pois ninguém deu satisfação a respeito da hora que estava na senha, mas fora isso a atividade foi muito interessante.


Abaixo descrevo o que fizemos durante o Encontro de Fãs de Crepúsculo:

Foto do Encontro de Fãs de Crepúsculo
   Primeiro, procurei um bom lugar, para fotografar e tudo mais, mas segundo a dinâmica da atividade, precisei trocar de lugar, por isso e pela falta de iluminação do auditório minhas fotos não ficaram tão legais... Então tivemos uma “pequena palestra” sobre a história de cada clã citado na Saga Crepúsculo, tendo a opoturnidade de conhecer um pouco mais a respeito do conteúdo do “Guia de Crepúsculo” , depois participamos de um quiz do qual eu fui a primeira a responder, mas acabei errando pois a pergunta era difícil, e eu ainda não li o guia, mas depois tivemos várias perguntas fáceis, pena que só podia responder uma vez...
    Então tivemos uma breve competição de clãs, sim, fomos organizados em clãs, cada cor de senha era um clã (foi por isso que tive que mudar de lugar antes, mas valeu a pena) então para a minha surpresa nós começamos a jogar uma "espécie de card game" baseado nos clãs da Saga Crepúsculo... Era necessário que cada clã escolhesse cinco representantes para jogar, e adivinha só, lá vou eu representar o grupo (ah! Esse é um dos motivos para não ter fotos muito boas para postar aqui, não deu para fotografar e jogar ao mesmo tempo).
    Regras do jogo: Cada um dos clãs recebeu diversos cartões parecidos fichas ou card games de RPG. Os cartões recebidos por cada integrante do grupo eram iguais, pois representavam o seu clã, sua fraquesa, a maior força de ataque, as características do clã e etc...
Elas jogaram no mesmo clã que eu!
A da direita é Soteropolitana, e Também estava
 prestigiando a Bienal :)
Dois clãs se enfrentavam por vez, os que perdiam saiam do jogo, era preciso escolher um tópico como força de ataque, por exemplo, então os grupos precisavam adivinhar qual personagem da Saga que faz parte do clã adversário que se enquadrava melhor em tal carcterística, simples assim.
Eu fiz parte do clã do Riley, "os novatos do livro Bree Tanner" para supresa de muitos, jogamos muito bem, primeiro ganhamos do próprio clã dos Cullens, depois ganhamos dos Denali, então infelizmente empatamos com o clã dos Nômades da Saga (vocês sabem: Victória, Laurent e James), infelizmente empatamos e perdemos por "par ou impar", mas foi um jogo justo, e embora todos os integrates do clã vencedor tenham ganhado um prêmio melhor, ninguem saiu de lá sem brindes: No caso o time vencedor também ganhou uma caneca da Saga Crepúsculo, enquanto os demais ganharam apenas bottons e dois marcadores exclusivos...

    Enquando eu estava na atividade dos clãs, novamente perdi a chace de conhecer Maurício de Souza e Ziraldo, pois é eu gosto muito do trabalho desses cartunista, e já faz algum tempo que tento adquirir alguma obra dos mesmos autografada, mas esta é a minha sina de Bienal do Livro, sempre tem algo pra me impedir, eu nunca consigo falar, fotografar ou comprar algo augrafado pelos dois... KKK
Como eu ia dizendo, eu não consegui vêlos, pois já não estava nem mais esperaçosa sobre este assunto, mas a tia disse que enquanto eu estava me divertinto com os outros twilnigth manicacos, ela ficou bem próxima dos dois e sem fila para autografar!!! Rsrsrs
Mas algum dia ainda consigo ficar cara a cara com esses dois e com o André Vianco, que é outro autor que está começando a entrar na lista do: Não consegui ainda, mas não vou desistir...

     Galera, no mais, eu simplesmente fiz o que todo mundo faz, andei pesquisei preços, ajudei a tia com suas compras, fiquei agradecida ao tio por guardas os meus livros pesados e os da tia no estande onde ele estava trabalhado (Ah! Sim, o meu tio trabalha na Bienal sempre que essa é no Rio, acontece que ele sempre trabalha em editoras), então fiquei vagando e observando aqueles pavilhões lotados de gente e pensando: Que pena que é o último dia!! Poderia haver uma nova edição no Rio ano que vem, mas se tivesse Bienal do Livro sempre na mesma cidade, então não seria Bienal... Mas ainda esto esperançosa que alguma alma caridosa, visionária e fantástica, pense nos abandonados fãs cariocas e decidam fazer uma edição da Fantasticon no RJ ou pelo menos um evento semelhante.

   Por hoje é só pessoal, ainda faltam as matérias sobre os Novos Talentos da Editora Novo Século, e as Fotos da Bienal, mas essas eu posto assim que puder...

    Esta matéria foi feita por Dan Pimenta, caso queira entrar em contato com a mesma, basta deixar um comentário neste blog ou por twitter @Dan_Stteff

1 comentários:

Mari Sampaio disse...

Deve ter sido um dia bem bacana mesmo! Com tantas coisas legais para se fazer, deve ser difícil se encontrar com os autores!

Boa sorte, Dan!rsrs

Beijinhos.

Mariana Sampaio
Blog Tijolinhos de Papel

Postar um comentário

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...
 
Todos os direitos reservados © Santuário da Fantasia - O Reinado da Fantasia Utópica em conexão com o Mundo da Literatura